terça-feira, 4 de junho de 2013

Musicas da primavera






Feitiço da vila – Noel Rosa / Vadico

Quem nasce na lá Vila / Nem sequer vacila
Em abraçar o samba
Que faz dançar os galhos do arvoredo
E faz a lua nascer mais cedo
O sol da Vila é triste / Samba não assiste
Porque a gente implora:
Sol pelo amor de Deus não venha agora
Que as morenas vão logo embora . . .
A Vila tem um feitiço sem farofa
Sem vela e sem vintém / Que nos faz bem
Tendo nome de princesa
Transformou o samba num feitiço decente
Que prende a gente
Lá em Vila Isabel/ Quem é bacharel
Não tem medo de bamba / São Paulo dá café, Minas dá leite
E Vila Isabel dá samba,/ Eu sei tudo que faço
Sei por onde passo / Paixão não me aniquila
Mas tenho que dizer, modéstia à parte
Meus senhores eu sou da Vila !
Derradeira Primavera – Vinicius de Moraes

Põe a mão na minha mão
Só nos resta uma canção
Vamos, volta, o mais é dor
Ouve só uma vez mais
A última vez, a última voz
A voz de um trovador

Fecha os olhos devagar
Vem e chora comigo
O tempo que o amor não nos deu
Toda a infinita espera
O que não foi só teu e meu
Nessa derradeira primavera
Primavera – Carlos Lyra
O meu amor sozinho

É assim como um jardim sem flor
Só queria poder ir dizer a ela
Como é triste se sentir saudade
É que eu gosto tanto dela
Que é capaz dela gostar de mim
E acontece que eu estou mais longe dela
Que da estrela a reluzir na tarde
Estrela eu lhe diria
Desce à Terra, o amor existe
E a poesia só espera ver
Nascer a primavera
Para não morrer
Não há amor sozinho
É juntinho que ele fica bom
Eu queria dar lhe todo o meu carinho
Eu queria ter felicidade
É que o meu amor é tanto
Um encanto que não tem mais fim
E no entanto ela nem sabe
Que isso existe
E é tão triste se sentir saudade
Amor eu lhe direi
Amor que eu tanto procurei
Ah! quem me dera eu pudesse ser
A tua primavera
E depois morrer
E depois morrer

Rancho da Primavera – Clara Nunes
Não vejo a primavera 

Já era
A triste margarida 
A desaparecida 
O pobre beija-flor 
Que não vejo voar sobre o meu jardim 
Não tem a quem beijar 
Que tristeza sem fim, lá lá iá 
Não ouço mais o canto da cigarra ao anoitecer 
Que saudade que eu tenho 
Já nem sinto prazer 
Quem fala é um poeta esquecido 
Que constrangido 
Vive a chorar 
Desejo vitalidade às flores 
Diminuir minhas dores 
Me alegrar 
Eu quero retomar minha alegria 
Quando raiar o dia
Os pássaros cantando 
O outono que seja benvindo
Quero viver sorrindo
E não chorando

Primavera – Tim Maia
Quando o inverno chegar

Eu quero estar junto a ti
Pode o outono voltar
Eu quero estar junto a ti
Eu, é primavera
Te amo, é primavera
Te amo, meu amor
Trago esta rosa, para te dar
Trago esta rosa, para te dar
Meu amor
Hoje o céu está tão lindo
Cai chuva
Hoje o céu está tão lindo
Quando o inverno chegar
Eu quero estar junto a ti
Pode o outono voltar
Eu quero estar junto a ti
Eu, é primavera
Te amo, é primavera
Te amo, meu amor
Trago esta rosa, para te dar
Trago esta rosa, para te dar
Meu amor
Hoje o céu está tão lindo
Cai chuva
Hoje o céu está tão lindo
Cai chuva
Hoje o céu está tão lindo
Cai chuva
Hoje o céu está tão lindo
Maurício Manieri – Primavera
Quando o inverno chegar 
Eu quero estar junto a ti
Pode o outono voltar
Que eu quero estar junto a ti
eu quero estar junto a ti
Porque é primavera 
Te amo
é primavera, te amo
meu amor 
Trago essa rosa, para lhe dar 
Trago essa rosa, para lhe dar
Trago essa rosa, para lhe dar 
meu amor, ieee

Quando o inverno chegar 

eu quero estar junto a ti
pode o outono voltar 
que eu quero estar junto a ti 
Porque é primavera 
Te amo
é primavera, te amo
meu amor

Trago essa rosa, paralhe dar 

trago essa rosa, para lhe dar 
trago essa rosa, para lhe dar
meu amor, ieeemeu amor
Hoje o céu esta tão lindo, vai chuva
hoje o céu esta tão lindo, vai chuva
hoje o céu esta tão lindo, vai chuva
hoje o céu esta tão lindo, tão lindo ieee
tão lindo 
tão lindo

Postar um comentário